Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



César Borgia

Segunda-feira, 14.09.15
 
 

“ Aut Caesar aut Nihil” (sê imperador ou nada)

 

Cesareborgia.jpg

César Borgia. Nasceu em Roma em 1475 e faleceu com 32 anos em Navarra (1507).
Era filho do cardial Rodrigo Borgia (futuro papa Alexandre VI), natural de Valência, e de Vanozza Catanei, patrícia romana.
Foi eclesiástico, militar e político.
Com 17 anos foi nomeado bispo de Pamplona e arcebispo de Valência. Era cardeal com 18 anos. Abandona a carreira eclesiástica e é feito duque pelo rei Luís XII de França. Casa com a filha do rei de Navarra.
Com o auxílio do seu pai tenta criar um principado na Romagne (França), propriedade de Catarina Sforza.
Violento e calculista matou pelo “ferro, o veneno e a corda” a maioria dos nobres da região e fez-se duque de Romagne. Em 1502 convidou os seus principais inimigos para o castelo de Senigallia e mandou assassiná-los.
Preso pelo papa Júlio II foi, logo que libertado, enviado para Espanha cujo rei Fernando II, “O Católico”, não lhe perdoara o apoio dado a Luís XII nas guerras contra a França. César Bórgia refugia-se então junto do seu cunhado o rei de Navarra e com ele parte para a guerra contra a Espanha. Morre no cerco a Viana.
César Bórgia foi uma personagem criminosa, violenta, ambiciosa e sem escrúpulos. Foi acusado de ter mandado matar o seu irmão João, duque de Gandia (Valência), para ocupar o seu cargo de capitão-geral da Igreja e de ter mantido uma relação incestuosa com a sua irmã Lucrécia, acusações estas provavelmente falsas e com origem no seu inimigo mortal o cardeal Giuliano della Rovere, futuro papa Júlio II.
Leonardo da Vinci entra ao seu serviço em 1502 e trabalha para ele apenas durante dois anos.

Tirano e príncipe italiano da Renascença serviu de modelo à obra “O Príncipe” de Machiavel.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por alea às 12:21






links

Blog

  • www.metralhada.blogspot.com


comentários recentes

  • Eurico Ribeiro

    Uma remontagem das revoluções muito tradicionais e...

  • Tudo Mesmo

    Cá para mim, eles nunca contaram ficar muito tempo...

  • Tudo Mesmo

    À semelhança da maioria dos divórcios: um fica com...

  • alea

    100% de acordo.

  • alea

    Percebo a sua posição e concordo com a tese se for...

  • O ultimo fecha a porta

    Falei sobre isso ontem e tb refleti sobre o que is...

  • Marta Elle

    É estranho eles serem assim tão tumultuosos nas ma...

  • Alexandre Júlio

    O Prof. José Hermano Saraiva contou a história do ...

  • José Valdez

    https://casarealdebraganca.wixsite.com/reifazdecon...

  • Tácia do Ó

    Este “Acordo” é um verdadeiro atentado à língua e ...




subscrever feeds