Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Na nuvem do acaso

Quase nada de um pouco de tudo.



Terça-feira, 30.10.12

A sabedoria popular

Pensando nos tempos de hoje, em particular nalguns dos mui dignos deputados da Nação, transcrevo, o que recolhi há anos na “Crónica de El-Rei D. João I” de Fernão lopes mas que hoje não consigo nela localizar, a declaração de um representante do povo nas cortes de Évora (de 1391 ou de 1408):

 

“ (…) Não sabem que cousa é honra, nem quando deve a honra precede o proveito, nem podem distinguir entre as virtudes morais. Sómente (...) como homens atónitos (...) com tumultos e vozes vãs, dão clamores de ora escolherem e ora enjeitarem, e segundo as vozes andam, assim andam(...)”

Autoria e outros dados (tags, etc)

por alea às 17:10

Segunda-feira, 29.10.12

Desiderata

(Do Latim desideratu: aquilo que se deseja, aspiração)

Encontrado na Igreja de Saint Paul, Baltimore, datado de 1692

 

Avance calmamente no meio do barulho e da pressa e lembre-se de quanta paz pode existir no silêncio. Tanto quanto possível, sem capitular, esteja de bem com todas as pessoas. Diga a sua verdade com calma e clareza e oiça os outros, mesmo os estúpidos e ignorantes; eles também têm a sua história. Evite pessoas barulhentas e agressivas. São desagradáveis ao espírito. 

Se se comparar com outros, pode tornar-se vaidoso e amargo, porque haverá sempre pessoas superiores e inferiores a si. Goze os seus feitos e os seus desejos. Mantenha-se interessado na sua profissão, mesmo que ela seja humilde; é o que realmente se tem nas mudanças da sorte. 

Seja cauteloso nos negócios porque o mundo está cheio de truques. Mas não deixe que isso o cegue para a virtude: muitos lutam por altos ideais e a vida está cheia de heroísmos por todo o lado. 

Seja você. Sobretudo não finja afeição. Não seja cínico para com o amor, porque na aridez e desencanto ele é perene como a relva. 

Aceite gentilmente o conselho dos anos; renuncie com benevolência às coisas da juventude. Cultive a força de espírito para proteger-se do infortúnio inesperado. Mas não se amargure com imaginações. Muitos medos nascem da fadiga e da solidão. Para lá de uma saudável disciplina, seja bondoso consigo. 

Você é filho do Universo, não menos do que as árvores e as estrelas. Tem o direito de aqui estar. E, quer seja para si claro ou não, é indiscutível que o Universo progride como deveria. Esteja, pois, em paz com Deus, seja qual for a ideia que dele tem e, sejam quais forem os seus trabalhos e aspirações na barulhenta confusão da vida, esteja em paz com a sua alma. Com todos os enganos, penas e sonhos desfeitos, este mundo continua a ser maravilhoso. 

Seja alegre. Empenhe-se em ser feliz.

 

 

 

 

    

 

 

                          

Autoria e outros dados (tags, etc)

por alea às 18:27

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Links

Blog

  • www.metralhada.blogspot.com