Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Na nuvem do acaso

Quase nada de um pouco de tudo.



Quinta-feira, 04.04.13

O Coelho pós-Relvas

Relvas cessou funções.

" (...)Inicío agora uma nova etapa da minha vida (...)só a História julgará com a objectividasde ea distância temporal indispensáveis a acção de cada um de nós enquanto político (...) osdois últimos anos foram de grande exigência (...) somam-se os três anos que osantecederam. Dois anos em que acreditei e lutei pela afirmação de um novo líder mais umano em que acreditei e lutei pela eleição de um novo primeiro ministro (saio só porentender que não tenho condições anímicas(...)". (Conferência de imprensa  de Miguel Relvas de hoje para comunicação da sua cessação de funções). 

Deste discurso pode concluir-se que: 1º Se está perante uma personalidade histórica; 2º Que Coelho deve a Relvas a sua actual posição política (a profissional é a que a seguir se resume); 3º Que a política exige qualidades anímicas (da alma) que Relvas confessa não possuir; 4º Que é politicamente incorrecto a possibilidade de associação da "licenciatura" de Relvas  a uma sua"cessação" de funções governativas.

 

       rsousaqualityman.blogspt.com

Que será agora do Coelho sem Relvas? Qual é a dúvida? Continuará a caminhará com as suas reconhecidas habilitações políticas e profissionais:

Formação académica: licenciatura em economia pela Universidade Lusíada (concluída em 2001, com 37 anos de idade).

Percurso profissional:

Até 2004, apenas actividade partidária na JSD e PSD.

A partir de 2004 (com 40 anos de idade) passou a desempenhar cargos de direcção e empresas do companheiro de partido Ãngelo Correia:

(2004-2006) Director financeiro da Fomentinvest, SGPS, SA; Administrador financeiro da HLC Tejo, SA.

(2004-2009) Administrador-Delegado da Tejo Ambiente, SA;

(2005-2007) Administrador não executivo da Tecnidata SGPS; Administrador não executivo da Adtech, SA;

(2005-2009) Presidente da Ribtejo, SA;

(2007-2009) Administrador executivo da Fomentinvest, SGPS, SA; Presidente da HLC Tejo SA; Administrador executivo da Fomentinvest; Administrador não executivo da Ecoambiente, SA.

Verifica-se que este homem "governante":

- Nunca trabalhou até aos 37 anos de idade.

- Nunca teve ocupação profissional digna desse nome.

- Não tem experiência de vida e de trabalho.

- Tem um miserável currículo profissional.

Sabe-se, também, que dá lições de comportamento a milhares de desempregados deste país:

"Estar desempregado não pode ser um sinal negativo. Despedir-se ou ser despedido não tem de ser um estigma. Tem de representar também uma oportunidade para mudar de vida. Tem de representar uma livre escolha, uma mobilidade da própria sociedade." Pedro Passos Coelho.

Ler mais em : 

http://expresso.sapo.pt/um-rapazola-a-quem-calhou-ser-primeiro-ministro=f725666

                                                                                                                                               Koisailoisas.blogspot.com
O que será do governo sem Relvas? O mesmo que foi com ele. Remodelação governamentalcom saída de alguns e entrada de outros (alguns revelaram-se bons ministros como, porexemplo, Paulo Macedo, Crato, Miguel Macedo)? Fica tudo na mesma porque o necessário,como é cada dia mais evidente, é uma mudança de política, de rumo, e com o rapazolaCoelho e o genial Gaspar tal é próprio do domínio da fantasia.  

Estamos falados.


 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por alea às 20:27



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2013

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930


Links

Blog

  • www.metralhada.blogspot.com